Montreal Clube de Hospedagem

Esqueceu sua Senha?

Desbloquear Usuário

Não possui conta?

Montreal Clube de Hospedagem
Montreal Clube de Hospedagem
Montreal Clube de HospedagemMontreal Clube de Hospedagem
Forgot password?

Foz do Iguaçu

  FOZ DO IGUAÇU atrai turistas que buscam proximidade com a naturezafoz-1Já pensou em visitar Foz do Iguaçu, no Paraná? Se este destino ainda não estava nos seus planos, melhor repensar... A cidade surpreende pela ótima estrutura para receber os visitantes e pelas inúmeras atrações naturais. A mais famosa, claro, as Cataratas do Iguaçu – eleita por consulta popular, em 2009, como uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo, entre 440 locais em 220 países listados pela Fundação New7Wonders.Maior queda d’água em volume do planeta, as cataratas têm cerca de 270 cachoeiras, cujas alturas variam entre 60 m e 82 m, são formadas pelas águas do Rio Iguaçu - que significa “água grande”, em tupi-guarani. Localizada dentro do Parque Nacional do Iguaçu, ocupa 2.700 m, na fronteira entre Brasil e Argentina (nas cidades de Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú), dos quais 800 m estão do lado brasileiro e 1.900 m do lado argentino.Patrimônio da Humanidade, o Parque Nacional do Iguaçu possui 600 mil hectares de áreas protegidas e outros 400 mil em florestas ainda primitivas. Dentro dele, há uma grande biodiversidade de espécies da fauna e da flora brasileira, algumas ameaçadas de extinção como o puma, a onça-pintada, o papagaio-de-peito-roxo, o jacaré-de-papo-amarelo, o gavião-real, entre outras.O percurso principal, com 1.200 m, passa por vários mirantes de contemplação, com vistas espetaculares de alguns saltos. A caminhada, considerada de dificuldade moderada por causa dos degraus, leva à passarela da Garganta do Diabo, a mais deslumbrante das quedas. O Parque oferece inúmeras atividades para que o turista possa aproveitar ao máximo a proximidade com a natureza, como a Trilha da Bananeira, com aproximadamente 1,5 km, que pode ser percorrida a pé ou em veículo elétrico. O passeio também combina navegação pelo alto do Rio Iguaçu, chegando ao cais do Poço Preto, passando pela Lagoa do Jacaré e o Arquipélago Ilha das Taquaras. Quem animar, pode voltar remando em caiaques infláveis (ducks). Também muito procurada, a Trilha Poço Preto começa em uma passarela suspensa de 320 m, no coração do parque, seguida de um caminho de 9 km, que pode ser feito a pé, em veículo elétrico ou de bicicleta, até uma ponte pênsil, chegando a uma casamata de 10 m de altura. De lá, a vista panorâmica da floresta é de tirar o fôlego.foz-2Se adrenalina é o que você procura, pratique arvorismo, rapel ou rafting no Cânion Iguaçu. Misturando obstáculos construídos em troncos de eucalipto que atingem até 12 m de altura, o arvorismo é emoção garantida. Ao final, há uma tirolesa de 8 m de altura, com uma descida de 25 m de extensão. Para fazer o rapel, é necessário andar em uma trilha suspensa de 300 m por dentro da mata, até a plataforma, às margens do Rio Iguaçu. A descida de 55 m, presa em cordas, proporciona uma vista exclusiva das quedas d’águas. Os 4 km de rafting no Rio Iguaçu alternam corredeiras de nível médio e águas calmas. Seu início é próximo às Cataratas, com uma das mais magníficas paisagens da região.Entre os passeios mais requisitados estão o de helicóptero e o Macuco Safari. O voo sobre as cataratas dá a verdadeira dimensão da grandiosidade dessa reserva natural. Se puder, vá ao lado do piloto. É melhor para fotografar! Já no Macuco Safari, prepare-se para uma aventura gelada e molhada. O nome do passeio é uma homenagem a um pássaro em extinção que habitava o Parque. Para chegar ao cais, um veículo aberto desbrava 3 km de mata. Dali, mais 600 m a pé, até a cachoeira Salto do Macuco - com uma altura de cerca de 20 m e acesso por escadas incrustadas em rochas. No porto de embarque, barcos infláveis a motor rumam rio acima em direção ao Cânion das Cataratas. De repente, o piloto entra embaixo d’água. O banho frio, o estrondo das quedas e as névoas que formam o arco-íris tornam a experiência inesquecível. A excursão também pode ser feita no lado argentino, entretanto, é mais radical. Fique atento, porque a entrada do Parque, na Argentina, tem que ser paga em pesos. Mas Foz do Iguaçu é muito mais que o Parque. Localizado na foz dos Rios Iguaçu e Paraná, o Complexo Turístico Marco das Américas é composto por três estruturas, uma em Foz do Iguaçu, uma em Ciudad del Este e a terceira em Puerto Iguazú, cada uma com as cores dos seus respectivos países. O obelisco demarca simbolicamente a tríplice fronteira. O lado argentino promove, gratuitamente, um show de águas e luzes sincronizadas com a música. E, na lua cheia, é possível participar de um luau no lado brasileiro e um passeio à noite, na Argentina. A 6 km do Centro de Foz, um mirante faz vista para os três países e o encontro dos rios.Outra opção é conhecer a maior hidrelétrica do mundo em geração de energia. A Usina de Itaipu, com sua barragem de 196 m de altura, atrai pela arquitetura imponente e a engenharia. A visita inclui o vertedouro, a sala de comando central e termina no eixo da turbina – onde o barulho é ensurdecedor. Uma curiosidade: dentro de Itaipu é possível ficar entre o Brasil e o Paraguai, os dois países proprietários da empresa. Outras atrações são o Parque das Aves, com 1.100 animais, mais de 150 espécies de pássaros, répteis e o borboletário; o Vale dos Dinossauros, reunindo 20 réplicas de dinossauros que simulam os movimentos e ruídos dessas feras; e o Templo Budista, que fascina com seus jardins e 120 estátuas - destaque para a de Buda, com 7 m de altura.foz-3 Como faz divisa com Argentina e Paraguai, muita gente aproveita a passagem por Foz para fazer compras. Em Puerto Iguazú, na Argentina, o Duty Free, com preços de freeshop, é o grande atrativo. No Paraguai, além do comércio de rua, há o shopping Ciudad Del Este. Vá durante a semana, porque as lojas fecham cedo no sábado e não abrem no domingo. Para quem quer diversão noturna, vale passar nos cassinos argentinos ou no Icebar Iguazú, em Puerto Iguazú - um bar com temperatura de -10°C, onde chão, paredes, móveis e copos são feitos de gelo.Quanto à gastronomia, a região conta com a abundância de peixes encontrados no rio Paraná e também com os diferentes cortes de carne do lado portenho. Para quem não conhece a parrillada, vale uma visita à Argentina e provar o sabor único do “asado” de tira (costela do boi em transversal), o bife ancho (dianteira do contrafilé), o bife de chorizo (traseira do contrafilé), o matambre (“manta” da costela), o ojo de bife (miolo do contrafilé), o tapa de cuadril (considerada “a picanha argentina”) e o vacío (fraldinha).  Dica Legal!Durante a primavera e o verão, épocas chuvosas, a vazão de água das cataratas aumenta. Não se esqueça de levar repelente, água potável, protetor solar e usar roupas confortáveis para as caminhadas no Parque. Mantenha-se nas trilhas pré-determinadas. Não alimente os animais. Para cruzar a fronteira apresente passaporte, identidade ou a CNH – que só pode ser utilizada como documento de identificação para entrada em Puerto Iguazú na Argentina por um prazo máximo de 72 horas. Para saber valores e horários dos passeios conte com os consultores de viagem da Montreal. Eles estão prontos para organizar uma viagem inesquecível para você e sua família. Você Sabia?No mês de setembro, Foz do Iguaçu fica repleta de turistas, brasileiros e estrangeiros, interessados em participar da Maratona Internacional de Foz do Iguaçu. A prova, realizada desde 2007, é dividida nas categorias Cadeirante, Atleta com Deficiência, Elite Feminina e Masculina, Comerciários e também em faixas etárias. O percurso de 11.5 km ou 42.195 m pode ser feito individualmente ou em revezamento – para a distância maior. A 9ª edição da maratona acontece no dia 25/09/2016.